A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou a Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago, a devolver a doação de R$ 7 mil feita por um fiel idoso que diz ter sido convencido pelos pastores de que seria curado do câncer que sofria nos cultos evangélicos. Segundo decisão publicada em 18 de outubro, os valores foram corrigidos desde 2013, quando a doação foi feita, e o idoso irá receber cerca de R$ 20 mil reais.
Na decisão, os desembargadores relataram que o fiel “largou o tratamento médico e suspendeu a medicação acreditando na palavra dos pastores, ou seja, de que ficaria curado. Quando verificou que sua saúde estava extremamente fragilizada, percebeu ter sido ludibriado. Disse que a “lavagem cerebral” foi tamanha que somente retornou ao tratamento diante da pressão da equipe médica e de seus familiares”.
A igreja, em sua defesa, alegou que a doação foi feita por livre espontânea vontade do fiel e que não houve coação. A decisão, de acordo com a Veja, foi tomada em segunda instância depois de a Vara Judicial da Comarca de Nova Petrópolis ter julgado a ação improcedente. (Fonte: Bocão)