Ibipitanga Alerta

IBIPITANGA ALERTA

IBIPITANGA ALERTA

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

BA tem mais presos que a capacidade em 70% de presídios; 4 estão parados

Conjunto Penal de Eunápolis tem capacidade para 16 presos, mas 113, segundo a DPE (Foto: Divulgação/DPE)

Setenta por cento do total de 24 unidades prisionais que estão em funcionamento atualmente na Bahia, geridas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), estão com número de presos acima da capacidade. Enquanto o déficit de vagas no sistema carcerário do estado é hoje de 2.974, três novos presídios prontos  há cerca de um ano e outro que está desativado para obras desde 2013 estão sem funcionar. Mesmo que estivessem em operação, não seriam capaz de suprir a demanda carcerária da Bahia.

O número total de internos hoje no estado é 13.822, enquanto o número de vagas disponíveis não passa de 10.848. A maioria dos detentos é formada por presos provisórios, aqueles que ainda aguardam julgamento (7.160). A população carcerária está acima da capacidade em 17 unidades prisionais atualmente em operação no estado.
Novas unidades construídas em Barreiras (região oeste), Irecê (região centro-norte) e Salvador, dentro do Complexo Penitenciário da Mata Escura, estão prontas e têm capacidade para comportar 1.700 detentos, o que amenizaria o deficit de vagas hoje do estado. Mas nenhuma das três funciona ainda porque, segundo a secretaria, aguardam licitação há um ano para que possam operar. A Seap não tem informação de quanto cada nova unidade custou aos cofres públicos.
O presídio da cidade de Esplanada, a cerca de 155 km de Salvador, é outro que também não está em operação. A unidade, que pode comportar 112 detentos, foi desativada para realização de reforma há mais de três anos, após uma rebelião de presos, e desde então segue fechada, sem nenhum reparo. Os internos que cumpriam pena no local foram transferidos para outras unidades prisionais em Salvador e Serrinha, a cerca de 173 km da capital.
Do G1

GOVERNO DA BAHIA

GOVERNO DA BAHIA