Ibipitanga Alerta: Doria diz que dependente químico não tem capacidade de decidir por tratamento

IBIPITANGA ALERTA

IBIPITANGA ALERTA

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Doria diz que dependente químico não tem capacidade de decidir por tratamento

Doria diz que dependente químico não tem capacidade de decidir por tratamento
O prefeito de São Paulo, João Doria, saiu nesta quarta-feira (31) em defesa do plano de internar compulsoriamente dependentes químicos da região da Cracolândia, no Centro da cidade. Segundo ele, os usuários de crack não têm condições de decidir sobre um possível tratamento intensivo por si mesmos. Doria disse, no entanto, que as internações devem ser analisadas caso a caso.
"Não é possível imaginar que um dependente químico, em qualquer idade ou circunstância, tenha a capacidade autônoma, própria, plena, para tomar uma decisão", afirmou o tucano durante discurso em um evento realizado no Instituto Tomie Ohtake, na Zona Oeste da capital.
De acordo com o prefeito, o dependente químico "está tão possuído, tão dominado pela droga, seja ela qual for, que a sua capacidade de pensar, raciocinar e agir está comprometida. Majoritariamente comprometida".

Doria fez questão de ressaltar, no entanto, que isto não significa que a Prefeitura tenha planos de uma internação em massa de usuários. Segundo ele, as possíveis internações serão analisadas caso a caso. "Nunca se pensou nisso. Pensou-se, sim, em fazer abordagem, o acolhimento, para que essas pessoas possam ser tratadas de forma adequada", completou.

Do G1

APOIO DO GOVERNO DA BAHIA

APOIO DO GOVERNO DA BAHIA