Ibipitanga Alerta: VÍDEO: INCÊNDIO QUE ATINGIU TORRE EM LONDRES DEIXA MORTOS

IBIPITANGA ALERTA

IBIPITANGA ALERTA

quarta-feira, 14 de junho de 2017

VÍDEO: INCÊNDIO QUE ATINGIU TORRE EM LONDRES DEIXA MORTOS

VÍDEO: INCÊNDIO QUE ATINGIU TORRE EM LONDRES DEIXA MORTOS



Um grande incêndio que atingiu e destruiu um prédio de 24 andares e 120 apartamentos em Londres, na Inglaterra, na madrugada desta quarta-feira (14), deixou vários mortos e ao menos 50 feridos, informaram os bombeiros. Não há informações sobre as causas das chamas.

O número de mortos, no entanto, ainda não foi informado.
“Neste momento, estou muito triste em confirmar que houve uma série de mortes. Não posso confirmar o número neste momento”, disse Dany Cotton, chefe da London Fire Brigade (Brigada de Incêndio de Londres).

O edifício corre risco de colapso, segundo os bombeiros, pois parte da estrutura foi consumida pelas chamas. Esse risco levou a polícia a esvaziar residências vizinhas ao edifício, informam agências de notícias.

Testemunhas relataram so bombeiros que ouviram explosões durante o incêndio e viram paredes caindo.

A polícia, a brigada de bombeiros e os serviços de ambulâncias de Londres seguem no local. Segundo a London Fire Brigade, 40 caminhões e 200 bombeiros foram enviados para combater o incêndio na torre Grenfell, no bairro Lancaster West, subúrbio de Londres.

O fogo atingiu apartamentos do 2º ao 24º andar, informou um oficial dos bombeiros.
Ainda há focos de incêndio no prédio.

200 bombeiros
Ao menos 200 bombeiros de 40 equipes combateram, entre a madrugada e primeiras horas da manhã, um grande incêndio na torre localizada no oeste da cidade.

O incêndio é um dos maiores registrados em Londres. "Nunca vi nada parecido com esse incêndio em 29 anos de trabalho", disse Dany Cotton, chefe da Brigada de Incêndio de Londres.

Anteriormente, foram confirmados apenas feridos. “Podemos confirmar que levamos 30 feridos a cinco hospitais diferentes”, disse Stuart Crichton, diretor-adjunto de operações do serviço de ambulâncias de Londres. No início da manhã desta quarta, porém, o número de feridos levados subiu para 50, segundo o serviço de ambulâncias.

Testemunhas relataram em redes sociais que pessoas pularam da torre em chamas e que havia gente presa na torre durante o incêndio.

Bombeiros estão inspecionando os locais seguros do prédio, à procura de vítimas e novos focos de incêndio.

Imagens postadas nas redes sociais durante a madrugada mostraram o prédio tomado pelas chamas. Testemunhas relataram em redes sociais que, além de pessoas terem pulado do prédio, ouviram gritos vindos do interior do edifício.

Os bombeiros foram chamados por volta da 1h15 local (21h15 de terça, 13, em Brasília) para apagar o incêndio na torre de apartamentos, construída em 1974.

Por volta de 5h, os bombeiros informaram que as chamas estavam controladas, embora fosse possível ver labaredas em alguns andares.

Cinzas se espalharam em um raio de 100 metros do prédio e uma coluna de fumaça tomou conta da região e podia ser vista a quilômetros de distância. Vários quarteirões estão interditados, inclusive uma estação de metrô.
Dezenas de pessoas, moradores ou não do edifício, saíram às ruas, muitos apenas de pijama.

 “Bombeiros equipados com aparelhos de respiração trabalharam em condições extremas, realmente muito difíceis, para combater as chamas”, disse o comandante Dan Daly, da London Fire Brigade.

O escritor e ator britânico Tim Downie, que mora na região, relatou cenas de horror à France Presse (AFP). "O prédio foi tomado inteiro pelas chamas. É uma questão de tempo até que desabe", disse.

"Grande incidente na Grenfell Tower em Kensington. 40 caminhões e 200 bombeiros no local", tuitou o prefeito de Londres, Sadiq Khan, na manhã desta quarta. (G1)


APOIO DO GOVERNO DA BAHIA

APOIO DO GOVERNO DA BAHIA